TERAPIA OCUPACIONAL PARA IDOSOS: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

VOCÊ SABE NO QUE CONSISTE A TERAPIA OCUPACIONAL? CONHEÇA TUDO SOBRE ESSA ATIVIDADE QUE AJUDA MUITAS PESSOAS TODOS OS DIAS

A terapia ocupacional (TO) é uma área de conhecimento, especialmente voltada à prevenção e tratamento de pessoas que possuem alterações cognitivas, afetivas, perceptivas ou psicomotoras, sejam elas decorrentes ou não de distúrbios genéticos, por doenças que foram adquiridas ou traumas.

O objetivo da terapia ocupacional é restaurar e reforçar as habilidades e capacidades funcionais do paciente, proporcionando mais independência e autonomia, de modo que seu desempenho funcional fique mais fácil no trabalho, em casa ou durante atividades de lazer, melhorando a sua qualidade de vida.

Considerando que a terapia ocupacional ajuda na recuperação de perdas físicas, mentais e sociais, podemos dizer que na vida do idoso sua atuação é indispensável, visto que todas essas perdas ocorrem durante o processo de envelhecimento.

A maior das dificuldades que os idosos enfrentam é a perda física, sendo, por exemplo, fragilidade óssea, perda da elasticidade do tecido, diminuição da força, artrites, etc.

Caminhadas, exercícios, dança, entre outras, são algumas das atividades que a terapia ocupacional usa para auxiliar na manutenção das funções corporais.

Vale ressaltar que os atendimentos devem ser feitos por um profissional devidamente habilitado e que esteja dentro de uma equipe multidisciplinar, afinal, não basta apenas o terapeuta, mas também um enfermeiro que possa ser presente no dia a dia, um arquiteto que possa adaptar a residência e um psicólogo que resgate a autoconfiança do idoso.

Essas atuações aumentam ainda mais os efeitos positivos dos atendimentos de terapia ocupacional.

Um dos recursos utilizados pela terapia ocupacional para auxiliar nesse aspecto é a organização da rotina do indivíduo, procurando, junto com ele, atividades que lhe despertem interesse e vontade de participar, além de intervir com uma série de ações que irão prevenir perdas funcionais e físicas, proporcionando saúde e qualidade de vida para que o idoso seja capaz de realizar todas as propostas traçadas pelo terapeuta ocupacional junto a ele.

A terapia ocupacional é uma profissão muito ampla, que tem um olhar holístico, global do paciente, por isso as formas com que o terapeuta ocupacional atua são múltiplas. Algumas das principais atividades que essa profissão pode realizar e que contribui para a saúde do idoso:

Atividades de vida diária: Comer, vestir, higiene pessoal, locomoção e comunicação. Estas atividades são consideradas prioritárias e são indicadores do grau de autonomia do idoso.

Atividades de vida prática: Fazer compras, telefonar, cozinhar, ir ao banco, tomar conta da casa etc. Estas atividades permitem que o idoso mantenha um grau de satisfatório de independência e autonomia em casa e na comunidade.

Atividades sociais: Passeios, visitas, comemorações de festas, entre outras. Este tipo de atividade permite manter o interesse pela vida, sentir o prazer pela companhia de outras pessoas além de proporcionar oportunidades diversas.

Atividades culturais: De acordo com o nível cultural e potencial intelectual do indivíduo poderão ser empregadas atividades literárias para crítica e revisão de livros, discussão de assuntos atuais, audições musicais, peças teatrais, que valorizam a cultura e a criatividade.

Atividades artesanais: Pintura, cerâmica, trabalho em couro, tecelagem, trançagem, tricô, crochê, mosaico, entre outras. Essas atividades desenvolvem a criatividade, mantêm habilidades motoras, promovem a autoestima, entre outras funções.

Atividades ocupacionais: Limpeza, jardinagem, cuidado de animais, atividades profissionais diversas, que contribuem principalmente para a valorização do idoso como indivíduo útil e necessário.

Atividades recreativas e lazer: Danças, jogos de salão, dominó, baralho, entre outras. Promovem um meio próprio à integração dos sexos e das idades, ao desenvolvimento do ser humano enquanto ser criativo ao resgate da espontaneidade daquilo que se conhece por alegria de viver.

A terapia ocupacional proporciona e cuida muito mais do que a saúde do idoso, traz habilidades, potenciais, autoestima, capacidade, dignidade, manutenção de seus direitos e também deveres e o prazer em viver.

Gostou desse texto? Veja mais postagens aqui em nosso blog!

E não saia sem se cadastrar na maior e melhor rede de cuidadores do Brasil, a CUIDADO JÁ!

Nos vemos em breve!